As Recomendações para as Bibliotecas de Ensino Superior de Portugal 2020-2022 estão organizadas em torno de quatro eixos: i) Apoio ao ensino e aprendizagem, ii) Apoio à investigação, iii) Desenvolvimento profissional e organizacional, iv) Redes, cultura e património. São um documento orientador que procura inspirar e desafiar os bibliotecários.

Neste texto é apresentada uma reflexão sobre uma das recomendações do eixo quatro.

ESTIMULAR A OFERTA CULTURAL E CIENTÍFICA INTEGRADA

Desenvolver uma programação cultural e científica consistente, através da oferta de atividades que contribuam para a formação integral dos estudantes, fomentando a cidadania, a fruição cultural e a participação ativa na sociedade, extensíveis a toda a comunidade académica e comunidade envolvente.

As Bibliotecas do Ensino Superior (BES) são, ainda, muito associadas a serviços essencialmente focados no apoio ao ensino e à investigação científica. Algumas BES começam já a alargar a tipologia do seus serviços e oferta de atividades, onde se incluem as atividades culturais, quer sejam ligadas às artes plásticas, à música, teatro, cinema ou à dinamização de iniciativas em torno da leitura não científica.

A integração da área da ciência, tecnologia e ensino superior no Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027), desde 2017, e o propósito manifestado no PNL2027 de “desenvolvimento articulado de uma cultura científica, literária e artística; e, ainda, o acesso ao saber e à cultura com recurso às tecnologias de informação e comunicação” é, por si só, motivo e estímulo para as BES assumirem a oferta cultural e, mais concretamente, a promoção da leitura como mais uma das suas missões.

Dificuldades como a falta de preparação técnica, a falta de meios logísticos e espaços adequados ou as dificuldades orçamentais podem, em muitos casos, ser ultrapassadas com o recurso aos meios digitais, que facilitam muito a aproximação entre os pares, o trabalho colaborativo e a aproximação aos possíveis intervenientes e participantes.

A realização de atividades culturais é, também, uma oportunidade para as equipas se desafiarem e saírem da rotina, para desenvolverem novas capacidades e competências, uma oportunidade para afirmarem o seu valor aproximando-se da comunidade académica e criarem parcerias com outros serviços e departamentos da instituição, uma oportunidade para se aproximarem da comunidade envolvente e chamarem às Instituições de Ensino Superior outros públicos que, muitas vezes as veem como herméticas.

Esta Recomendação incentiva as BES a assumirem este papel fundamental na formação dos jovens, no desenvolvimento do seu espírito crítico e hábitos de consumo cultural, na criação de novas dinâmicas nas instituições e na aproximação da academia à comunidade.

Ana Alves Pereira, Susana Lopes

Similar Posts