Apresenta-se uma pequena recensão ao artigo[i] dos investigadores Paula Ochôa e Paulo Barata, de 2017, intitulado Reconhecimento, reputação e capital simbólico na profissão de Informação-Documentação (ID): a investigação necessária.

Os Profissionais de Informação-Documentação (ID) têm questionado e refletido sobre qual o estatuto e o valor das suas competências, para isso o estudo sobre as formas de reconhecimento, reputação, prestígio e capital simbólico desta Profissão de Informação- documentação (ID) adquiriu uma importância basilar.

Os estudos publicados sobre estes profissionais estão ligados ao desenvolvimento da profissão, das carreiras e percursos identitários, faltando refletir sobre o capital simbólico dos profissionais. Segundo Bourdieu este capital tem por base o reconhecimento, a honra e o prestígio alcançados e legitimados pelos pares-concorrentes.

Uma boa fonte para estudar o capital simbólico serão os estudos bibliométricos que fornecerão dados sobre os aspetos académicos e profissionais ID, por outro lado, o estudo dos Congressos BAD são outra importante sugestão para a análise ao nível do simbolismo do discurso, como para a análise das citações. A reflexão sobre este tema deve contemplar as formas de reconhecimento, como os prémios e questionar como se tem valorizado a reputação adquirida pelos vencedores e qual o seu valor no mercado de trabalho.

Nesta investigação é sentida a necessidade de realizar um levantamento de várias tipologias de reconhecimento existentes na profissão, devendo abranger as diferentes categorias de prémios (nacionais – internacionais, científicos e organizacionais), bem como o sistema honorífico nacional, as homenagens prestadas a profissionais e aos prémios criados para bibliotecas.

A importância dos prémios advém de serem símbolos de excelência no desempenho, valorizados pela sua função de produtores de status, mas deve também ser examinado a sua relevância: pelo incentivo financeiro; reconhecimento interpares; fatores motivacionais ao nível da carreira.

Existe abundante literatura resultante de pesquisas feitas aos prémios internacionais, mas para a realidade portuguesa estes estudos escasseiam, por essa razão será interessante analisar distintos aspetos dos impactos da atribuição de prémios aos profissionais nacionais. Entre esses aspetos encontram-se:

  1. O impacto dos prémios nas pessoas, nas suas carreiras, no seu desempenho, nas organizações em que trabalham, visibilidade da profissão e o efeito negativo que o prémio poderá ter;
  2. Listar os prémios e estabelecer a comparação entre eles, contribuindo para uma sociologia da avaliação;
  3. Análise dos processos reputacionais e efeitos multiplicadores na profissão;
  4. Estudar a vivência da consagração individual através de entrevistas;
  5. Observar o processo de atribuição dos prémios e os seus efeitos;
  6. Estudar o capital simbólico analisando a importância da sinalização da reputação nas organizações, ou, o posicionamento profissional em comparação com outras profissões com mais visibilidade;
  7. Estudar as honrarias e condecorações recebidas pelos profissionais ID em comparação com outras profissões;
  8. Examinar a produção científica e a sua relação com o ciclo de vida dos investigadores/ profissionais nacionais após a atribuição do prémio;
  9. O estudo das modalidades de Ciência-cidadã em que estejam envolvidos profissionais desta área, premiadas ou reputadas como boas práticas;
  10. As cerimónias de reconhecimento público.

O estudo do capital simbólico da profissão de ID deverá ser um fenómeno central que analisa a importância da sinalização da reputação nas organizações e para o posicionamento profissional em comparação com outras profissões mais visíveis.

Recensão por: Sofia Bettencourt
Comissão Técnica Profissão/BAD


[i]Recensão: Ochôa, Paula; Barata, Paulo J. (2017). Reconhecimento, reputação e capital simbólico na profissão de Informação-Documentação (ID): a investigação necessária.Páginas a&b: arquivos e bibliotecas, 3 (8), 3-11. https://DOI 10.21747/21836671/pag8a1. Obtido de: https://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/3331

Similar Posts