A BAD vai participar no estudo “novas ferramentas de leitura” promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian e que se desenvolve nos próximos dois anos com o objetivo de perceber qual o papel da leitura e do livro digital e o seu impacto nos serviços das bibliotecas.

Apresentado no final do mês de Setembro, este estudo conta com a participação de diferentes entidades, como o Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares, a Fundação German Sanches Ruyperes, a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros, a Sociedade Portuguesa de Autores e ainda a colaboração do sociólogo John B. Thompson, professor da Universidade de Cambridge, e do norte-americano Jonathan Taplin, que dirige o Annenberg Innovation Lab.

Coordenado pelo sociólogo Gustavo Cardoso, diretor do Observatório da Comunicação do ISCTE-IUL (Obercom), e contanto ainda com a participação de José Afonso Furtado, este estudo irá incluir um inquérito representativo da população (com leitores de todas as idades) e ainda uma série de análises da indústria – em termos editoriais – e também das bibliotecas, e abordará a leitura digital em diversos suportes, tentando encontrar uma maior diversidade de práticas, com o enfoque nas pessoas e não tanto a tecnologia e a forma como a tecnologia é apropriada neste contexto.

Similar Posts