O júri da edição de 2022 do Prémio “Bibliotecas, Desenvolvimento e Agenda 2030atribuiu este prémio, ex aequo, ao projeto “Roteiro Literário Levantado do Chão”, desenvolvido pela Biblioteca Municipal de Montemor-o-Novo e ao projeto “Almonda = AL Mundo, um rio à nossa volta”, desenvolvido pela Biblioteca Municipal de Torres Novas. O júri considerou que os projetos se enquadram na promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável intersetando diversas áreas.

O júri decidiu, também, atribuir uma Menção Honrosa ao projeto “Hora do Conto Online Inclusiva, com tradução em LGP”, da Biblioteca Municipal de Palmela, por considerar que o projeto contribui, de forma relevante, para a inclusão de uma comunidade com necessidades especiais, nem sempre contemplada nas atividades e serviços promovidos pelas Bibliotecas Públicas.

A BAD e a DGLAB promovem o Prémio “Bibliotecas: Desenvolvimento e a Agenda 2030” com o objetivo de distinguir projetos desenvolvidos por bibliotecas públicas portuguesas em conformidade com os 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

O Prémio “Bibliotecas: Desenvolvimento e a Agenda 2030” pretende reconhecer e valorizar publicamente o papel impulsionador das bibliotecas públicas enquanto estruturas fundamentais de acesso ao conhecimento e à informação e, como tal, essenciais para o cumprimento nacional para a Agenda 2030 em Portugal. Pretende também, incentivar as bibliotecas públicas a relacionar a sua ação com os ODS, evidenciando a sua inequívoca importância para os seus públicos e estimular estas  bibliotecas a alinhar os seus projetos com a Agenda 2030, evidenciando o seu contributo a nível nacional, regional, local e/ou setorial.

Os diplomas serão entregues aos premiados na cerimónia do 49.º aniversário da BAD que se realiza no dia 7 de dezembro, na Universidade do Minho, no Campus de Azurém, em Guimarães.

Parabéns aos vencedores!

Similar Posts