“O associativismo possibilita-nos uma nova visão sobre os desafios profissionais”

Sofia Bettencourt
Luís Miguel Costa | Notícia BAD Sofia Bettencourt

Há quanto tempo é associada da BAD?
Desde 2018

Em três adjetivos como tem sido esta “relação”?
Desafiante, impulsionadora e enriquecedora.

Numa frase, como convenceria alguém a associar-se à BAD?
A jornada é mais fácil se estivermos acompanhados.

Como associado, o que a BAD ainda não tem para lhe oferecer?
O incentivo à investigação nas ciências documentais, através de bolsas, para investigadores desta área do conhecimento.

Que mensagem gostaria de deixar aos novos profissionais relativamente ao associativismo?
O associativismo possibilita-nos uma nova visão sobre os desafios profissionais, com diferentes abordagens através de trocas de experiências com colegas, o que enriquece a nossa bagagem de conhecimentos e nos ajuda a não nos sentirmos sós.

Nota Biográfica

Sofia Bettencourt da Silva é técnica superior na Direção de Serviços de Gestão e Tratamento de Bibliotecas, da Direção Regional do Arquivo e Biblioteca da Madeira. Licenciou-se em História pela Universidade Aberta em 2007 e doutorou-se em Bibliografía y Documentación Retrospectiva en Humanidades na Universidad de Alcalá em 2014. É autora de dois catálogos de livro antigo impresso. Associada da BAD desde 2018, é vogal da Profissão e do Editorial da Delegação Regional da Madeira no triénio 2021-2023.

Similar Posts