Guilherme de Oliveira Martins e Pedro Penteado
O Centro Nacional de Cultura, em parceria com a BAD e a Duvídeo, organizou na sua sede, em Lisboa, no passado dia 13 de Abril, pelas 18h30, mais um encontro do seu “Jornal falado”, presidido por Guilherme de Oliveira Martins, subordinado ao tema “Memórias audiovisuais”.

 

Participaram, em nome da BAD, Pedro Penteado e, pela Duvídeo, João Barba e Vitor Marques. Os representantes desta empresa chamaram a atenção para a situação de risco de muitos arquivos audiovisuais na posse de entidades públicas e privadas, bem como para o trabalho que estão a desenvolver no seu próprio arquivo, na área da preservação digital.

 

www.cnc.pt
O representante da BAD fez uma retrospectiva do papel da associação e do seu grupo de trabalho de arquivos audiovisuais, desde os anos 90, em paralelo com os grandes movimentos e produções bibliográficas internacionais em torno da salvaguarda destes arquivos. Foram salientados as acções da BAD pela reformulação do Decreto-Lei n.º 16/93, que excluía este tipo de arquivos, os primeiros seminários na área, a formação especializada desenvolvida pela associação (a próxima ocorrerá em Maio), a publicação de traduções de obras de referência (ex.: “Uma filosofia para os arquivos audiovisuais”, de Ray Edmondson) e de artigos dos profissionais portugueses do sector nos “Cadernos BAD”, entre outros aspectos. Destacou a publicação, nesta revista, de um “Manifesto para a preservação digital” (2002), com uma parte dedicada aos arquivos audiovisuais, e de um artigo de Ana Franqueira, com quase 10 anos, onde chamava a atenção para “a precaridade dos suportes físicos e dos equipamentos e tecnologia” associados aos produtos audiovisuais, para sublinhar a urgência de uma actuação imediata em torno da digitalização e preservação destes arquivos, de acordo com as propostas da UNESCO.

 

Pedro Penteado recomendou a reactivação do Grupo de trabalho da BAD de arquivos audiovisuais (ou a reunião dos seus associados da área) com vista a diagnosticar e debater a situação actual e as estratégias adequadas para estes arquivos, particularmente em torno da sua preservação.

Os representantes das entidades presentes foram unânimes em unir esforços e trabalhar em parceria para realizar um evento sobre o tema da preservação digital no Dia Mundial do Património Audiovisual, 27 de Outubro.

Similar Posts