O Prémio Maria José Moura − Boas Práticas em Bibliotecas Públicas Municipais 2020 (7ª Edição) foi atribuído ao projeto submetido pela Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, de Vila Nova de Famalicão, intitulado “ODS: Juntos mudamos o mundo”.

Prémio Boas Práticas

Na sua apreciação do projeto, o júri destacou a relevância do tema dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e da Agenda 2030 associado às ações promovidas pelas bibliotecas públicas municipais, e a forma articulada como permite promover a coleção da biblioteca municipal e de outras fontes de informação e a sua relação com diferentes estratégias para os diversos segmentos de público.

Foram ainda atribuídas menções honrosas aos projetos da Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, de Castro Verde, intitulado “Clube do Conto”, e ao projeto da Rede de Bibliotecas de Lisboa, designado “Aberta a todas as pessoas: servir a comunidade LGBTI na sua biblioteca”. Ambos foram destacados pelo júri pela forma como abordaram a pertinência da atuação das bibliotecas públicas municipais face às necessidades dos públicos minoritários, prestando serviços que reforcem a vertente de integração e inclusão das bibliotecas.

O júri entendeu ainda destacar e saudar todas as bibliotecas que responderam aos desafios suscitados pela pandemia de Covid19, designadamente as bibliotecas de Alpiarça, Anadia, Mealhada, Oliveira do Hospital e Pombal.

Saiba mais sobre os projetos destacados nesta edição na página da Edição 2020!

O Prémio Boas Práticas em Bibliotecas Públicas Municipais foi instituído pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, em 2014, para premiar anualmente serviços ou projetos inovadores e de grande impacto na comunidade, desenvolvidos pelas bibliotecas públicas municipais portuguesas. Pretende-se com a sua atribuição, e mediante a partilha e divulgação de boas práticas, contribuir para o reconhecimento e para a valorização do papel social das bibliotecas públicas. Em 2020 este prémio passou a ser consagrado a Maria José Moura (1937-2018), figura determinante na criação do Programa da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas e cuja carreira e vida foram inteiramente dedicadas à causa das bibliotecas públicas.

Fonte: DGLAB – Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas

Similar Posts